Contos do Absurdo

 

Somos tão Jovens

 

Um dos grandes prazeres de produzir uma revista como a Contos do Absurdo é a possibilidade de mesclar nomes consagrados com novos talentos. Aqueles que ainda são diamantes brutos, não têm o texto ou o traço mais refinado, mas chegam com toda vontade de mostrar serviço e aprender o ofício, junto com os que estão no meio do caminho e aqueles que há muito já provaram seu valor.

Esta edição está repleta de histórias produzidas por gente nova e cheia de talento e garra.  Para começar, o prólogo da fantástica “Dragão da Terra”, de Pedro Elefante, que será publicada em partes. A nova HQ em série Somnium, O Destruidor de Sonhos surgiu de um conto do jovem autor André Roméro que a Contos está transformando em quadrinhos no traço de Ronílson Caetano Leal, reunindo os talentos do texto e da arte. O conto O Rato, de Gustavo B. Rossato, vem com as belíssimas ilustrações de Igor Santos. Já Um Dia Qualquer, contada com grande senso de ironia por Luciano Luiz Santos, ganha mais vida com os jogos de luz e sombra das ilustrações de Johanna Gyarfas.

Temos também nossas “crias da casa”, os colaboradores da Publigibi César Reis, Daniel Lucávis e Fábio Serrano Vardi, mostrando seus talentos na arte, diagramação, letreirização e colorização. Envelopados pela Absurda capa feita por Diody Shigaki e cores de Rodrigo Garcia.

Grandes e experientes quadrinistas também brilham em suas colaborações com a revista. Entre eles, destaca-se Gary Andraus, um os principais editores e autores independentes de HQs adultas do Brasil, sempre voltadas ao fantástico e à reflexão filosófica, que colaborou com uma poesia ilustrada. Também participa o autor Altemar Domingos, que reapresenta, em pin-ups, personagens do universo de Jaguara, sua heroína indígena. Nossos grandes colaboraores habituais Bira Dantas, Carlos Henry e Francisco Tupy marcam presença.

Nossa entrevista e ensaio será com Adriana Billa, proprietária de um bar voltado ao público gótico e de Rock, praticante de Wicca e forte candidata a se tornar uma nova musa do terror nacional, que em breve também inspirará um personagem nas páginas da revista,  a exemplo do Anjo Industrial e de Toninho do Diabo.

Que venha o sangue novo!

Nossos vampiros estão famintos, e eles  não são menininhos com brilho de purpurina...

 

 

 

 

 

 

 

 

http://issuu.com/publigibi/docs/capa_especial1_final_01b

Alexandre Winck

Editor

LEIA >>>

Curta >>>

Divulgue >>>

Participe >>>

Contos do Absurdo é uma propriedade da PUBLIGIBI e não pode ser utilizado em a expressa autorização dos responsáveis

PUBLIGIBI Rua João Moura, 1088 - (11) 2366-8880